Política de Conteúdo Local | sucesso ou fracasso!

22.03.2017 | OIL& GAS

Custo e Beneficios da Politica CL

Muito se tem debatido sobre os resultados alcançados pela Política de Conteúdo Local. Quais os principais fatores que podem ser elencados que impediram o sucesso pleno da PCL:


Alguns destaques tem sido recorrente nas mídias e pesquisas realizadas sobre o tema:



  • Compromissos de compras locais são assumidos muitos anos antes da realização dessas aquisições;

  • Compromissos assumidos estão na grande maioria dos casos muito acima da capacidade de suprimento da indústria local;

  • Devido a questões estruturais brasileira, os produtos brasileiros são bem mais caros que os similares internacionais;

  • O setor de petróleo é por sua natureza instável em sua demanda o que acarreta grande risco para a cadeia produtiva;

  • Processo de certificação de conteúdo local oneroso e muito burocratizado (tanto para operadoras quanto para fornecedores);

  • Falta de uma liderança governamental que fosse o drive principal para liderar a PCL;

  • ANP com poucos recursos humanos para fiscalizar a execução da PCL.


Apesar de todas essas dificuldades a PCL em todos os países que foi implantada com sucesso exigiu aprimoramentos constantes para alcançar seus objetivos.


A pergunta que todos desejam resposta é quais são efetivamente os benefícios de uma PCL. Oportunidade ou reserva de mercado?


O texto a seguir é uma excelente reflexão dos especialistas do IE/UFRJ e do IBP sobre esse problema.


 Faça download do arquivo e boa leitura!


Fernando Potsch


 


 


 


 

Versão para imprimir Versão para imprimir  | Compartilhe:   Facebook   Twitter

Documentos

Custos e Benefícios da Política de Conteúdo Local IE/UFRJ e IBP Grupo de Economia da Energia: Prof. Edmar de Almeida | Prof. Luciano Losekann | William Adrian Clavijo Vitto Gerência de Análise Econômica - IBP: Luciana Nunes Felipe Botel

PDF - 1022 Kb (IE/UFRJ e IBP outubro 2016)

Baixar arquivo